EXPLICATUDO

EXPLICATUDO

ORIGENS DAS CIÊNCIAS

ORIGENS DAS CIÊNCIAS

Origem Remota


A origem das ciências, tal como todas as origens de todas as coisas, perde-se na longitude dos séculos e da vivência no ( do ) Universo. Mas é a intervenção do homem enquanto ser pensante que lhe determina uma raiz: a curiosidade. Outros terão entendido que a mola impulsionadora da ciência e do conhecimento científico foi a necessidade ( no sentido causa / efeito ) mas Bachelard ( filósofo / epistemólogo e poeta ) acha que necessidade alguma levaria o homem a aventurar-se nos mares ou perante os desconhecidos, se não estivesse subjacente uma perspectiva lúdica e não meramente uma perspectiva utilitarista ou resultante de estádios inferiores do desenvolvimento físico. Breve, não foi a fábrica ( homo faber ) que fez a ciência mas sim o prazer, o sonho, o desejo, o homo luddens.


Nos séculos anteriores ao que foi designado como crise das ciências ( XVII/XVIII ) a ciência nascia por necessidade, ou seja, como consequência lógica de uma aspiração existente e não num processo de descoberta em que o homem tivesse um papel determinante senão aquele que lhe era fornecido pela natureza das coisas.


Os princípios básicos do mistério sendo motor para a descoberta, estão no seu plano negativo ainda presentes na Ciência ( e noutros campos do saber ). Muitas disciplinas científicas e não científicas não são hoje acessíveis quer ao comum dos mortais, quer mesmo a pessoas cultas ( noutros ramos de saber e mesmo no próprio ramo ).

 

Einstein, sobre quem se construiu um anedotário de afirmações, é suposto ter afirmado que apenas duas pessoas tinham compreendido integralmente as suas ideias: ele e Infeld. Ora Infeld foi co-autor, juntamente com Einstein da " Evolução das Ideias em Física ".


Nestes termos podemos também constatar que não só o conteúdo das ciências permanece misterioso em vários planos e sobre vários aspectos para a maioria das pessoas, como que parte do seu prestígio enquanto ciências se reflecte junto do grande público não como reconhecimento daquilo que delas se sabe, mas sim como reconhecimento daquilo que delas se desconhece. Breve, o conceito de Ciência como mundo desconhecido manifesta-se paradoxalmente ainda na própria ciência que a renega a todo o custo.


Origem Próxima


A Ciência, entendida de uma forma geral, nasce com a Filosofia, num indiferenciado amor ao saber. Os métodos de pensamento comuns a uma e outra eram utilizados indiferenciadamente: especulação, indução, dedução, etc.


Galileu e Kepler ( descoberta da luneta astronómica e descoberta das leis do movimento pendular e aceitação dos princípios de Copérnico para o primeiro e as 3 Leis da Kepler relativas ao movimento dos planetas em torno do Sol – trajectória elíptica – ) marcam o início da Ciência Moderna do Sec. XVII.


No entanto, a maior parte das Ciências, na sua forma actual, constitui-se dos meados do Sec. XVIII aos meados do Sec. XIX, progredindo, desde a sua criação menos próxima até aos nossos dias condicionada por duas vertentes de influência opostas:

a)- As concepções especulativas que puxam no sentido diluídor do saber científico no saber pelo saber próprio das suas origens e da filosofia;


b)- As concepções técnicas próprias das indústrias que puxam no sentido redutor do saber utilitário imediato.

 



05/12/2007
0 Poster un commentaire

Inscrivez-vous au blog

Soyez prévenu par email des prochaines mises à jour